#1 Em que circunstâncias Deus se recusa a ouvir as nossas orações? – Conhecendo o Rei

878 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO
circunstancias

“Tu, pois, não ores por este povo, nem levantes por eles clamor nem oração; porque não os ouvirei quando eles clamarem a mim, por causa do seu mal.” Jeremias 11:14

 

Pode soar polêmico tratar de um tema como este, afinal, sabemos que Deus vê, ouve e sabe de tudo – até mesmo as nossas orações. Contudo, é correto afirmar com base nas escrituras que algumas situações podem inutilizar as nossas orações.

Em todo o livro de Jeremias, encontramos no profeta a personalidade de um homem que perseverava dia e noite na oração. Jeremias chorava, intercedia pelo povo. E, apesar de como humano, ser falho, é uma das maiores referências para nós no AT, por retratar um estilo de vida similar ao de Cristo. Jeremias teve grande compaixão pelo povo de Judá e lutou para que se voltassem para Deus. Apesar disso, suas advertências e os rogos que lançou sobre Israel não foram levados em conta.

Nesse caso, Deus não atendeu suas orações porque o castigo era inevitável. As petições de Judá eram insuficientes e tardias. Não havia sinais de arrependimento no meio deles. Deus até proibiu Jeremias de orar por Judá, por causa do seu mal, como vemos na referência que inicia o texto.

Tiramos desse acontecimento que, em primeiro lugar, pecado não confessado e sem sinal de arrependimento separa o povo de Deus. Isaías 59:2 nos traz isso de forma ainda mais clara. “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.”

O texto prossegue dizendo: “por que as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos lábios falam mentiras, e a vossa língua profere maldade”. Enquanto houver iniquidade do nosso coração, não há como Deus nos ouvir. Em respeito à sua identidade justa e fiel a si, Deus espera que reconheçamos quem somos, tomemos consciência do nosso pecado, das nossas iniquidades e nos arrependamos deles.

Isso nos traz a mais um ponto: hipocrisia. Como podemos ser capazes de nos apresentar diante de Deus com palavras de honra a Ele, estando em pecado? O livro de Isaías também exorta sobre isso no capítulo 29, verso 13: “Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens. ” Trecho que foi também usado por Jesus para alertar os fariseus da época.

Como podemos esperar que Deus nos ouça e nos responda, se da nossa boca saem bênçãos, mas da nossa vida saem iniquidades? Somos nada mais que miseráveis mentirosos, esperando que Deus seja um pai que mima o filho e passa a mão em sua cabeça, em meio a indisciplina e falta de sinceridade.

Há outra referência bíblica que nos exorta profundamente quanto a hipocrisia e insinceridade do nosso coração, está em Malaquias 1:7-9, que diz:

“Ofereceis sobre o meu altar pão imundo, e dizeis: Em que te havemos profanado? Nisto que dizeis: A mesa do Senhor é desprezível.
Porque, quando ofereceis animal cego para o sacrifício, isso não é mau? E quando ofereceis o coxo ou enfermo, isso não é mau? Ora apresenta-o ao teu governador; porventura terá ele agrado em ti? Ou aceitará ele a tua pessoa? – diz o Senhor dos Exércitos.
Agora, pois, eu suplico, pedi a Deus, que ele seja misericordioso conosco; isto veio das vossas mãos; aceitará ele a vossa pessoa? – diz o Senhor dos Exércitos.
Quem há também entre vós que feche as portas por nada, e não acenda debalde o fogo do meu altar? Eu não tenho prazer em vós, diz o Senhor dos Exércitos, nem aceitarei oferta da vossa mão.”

Depois desse texto bíblico, só nos resta nos humilhar e nos arrepender de todo mal que temos feito.

Ed René Kivitz diz algo interessante em seu ‘Talmidim’, “a oração tem pouco a ver com nossas palavras e tudo a ver com nosso coração. ”

Jesus também nos ensina que devemos ser autênticos. Não gostamos de pessoas com máscaras. Deus também não.

Próximo texto daremos continuidade ao estudo, apresentando outras atitudes e ações nossas que impedem a nossa oração de chegar a Deus.

Fiquem na paz de Yahweh!

AUTOR (A)

Rayanne C Antunes

18 anos, pernambucana, acadêmica de Engenharia, membro da Comunidade Cristã Evangélica, colunista do Servos de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>