A prioridade na oração

892 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO

3K7B3700

Foto: Internet

“Ninguém estará na Tenda do Encontro quando Arão entrar para fazer propiciação no Lugar Santíssimo, até a saída dele, depois que fizer propiciação por si mesmo, por sua família e por toda a assembleia de Israel” Lv 16:17

Existem alguns princípios que devemos compreender e pela revelação passarmos a agir de acordo com vontade de Deus e experimentar o quanto é boa, perfeita e agradável. Jesus nos ensinou a entrar no secreto do nosso quarto (local que fiquemos só) e então buscarmos a face do Pai em oração e adoração. Ele nos deu a oração do Pai Nosso como modelo de como devemos orar. Também nos mostrou uma sequência (prioridade) através do seu exemplo, que há muito tempo, como mostra o versículo acima, Deus já nos instruía.

O capítulo 17 do livro de João abre plenamente nossa mente à prioridade na oração e na vida com Deus, cumprindo os dois principais mandamentos, Amar a Deus e ao Próximo:

  1. Orar

Ao decidirmos orar e buscar a face de Deus, estamos cumprindo o primeiro e maior mandamento: “Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças” Mc 12:30. Por isso, quando não buscamos o Pai, gastando tempo com Ele, estamos ignorando o principal mandamento e desobedecendo a primeira prioridade na oração.

2.  Oração por si mesmo

Em Jo 17:1-5, Jesus começa orando por si mesmo, colocando-se diante do Pai e glorificando o nome de Deus, para o qual foi chamado. Também, expressa quem Ele é e os propósitos para o qual foi destinado. Entendemos que ao iniciarmos a oração precisamos glorificar o nome de Deus e peticionarmos primeiramente por nós. E esse ato não é egoísmo, é um ato necessário, pois ninguém que esteja doente ou fraco consegue ajudar o próximo. Ao embarcamos num voo recebemos a instrução de que se necessário cairão máscaras de oxigênio e que devemos pôr primeiro em nós e depois ajudarmos outros que precisem.

  1. Oração por seus familiares e irmãos em Cristo

Continuando, em Jo 17:6-19, Jesus ora por seus discípulos. Um sentido forte de família é aplicado ao unirmos essas passagens a Mt 12:49, no qual Jesus chama aqueles que o ouvem de sua família. No versículo em epígrafe de Levíticos, vemos que a segunda propiciação do sacerdote (e somos todos sacerdotes) é por sua família. Meu pastor sempre diz que Deus nos levantou como missionários no nosso lar e lá é o nosso primeiro campo missionário. Precisamos compreender que temos a responsabilidade de interceder por nossa família e irmãos em Cristo ao nosso redor. Pois fortalecendo uns aos outros chegaremos mais longe e resistiremos as provas a nós impostas. Devemos deixar de somente pedir a oração e passarmos a orar pelo próximo, principalmente aqueles que Deus colocou sobre nossa proteção.

  1. Oração por todos os crentes

Em Jo 17:20-26, Jesus conclui orando também por todos os crentes, sejam aqueles que já eram e não estavam ao redor, bem como, aqueles que um dia viriam a crer em seu nome e serem, como é o nosso caso. Ouvimos falar de perseguições a Igreja a todo momento, muitas acontecendo em países orientais e no qual nos dispomos a orar sem mesmo conhecê-los. Estamos no íntimo cumprindo mais um princípio e que mesmo não vendo os frutos, cremos que há efeito. Certa vez ouvir num filme: “Faço isso (o bem) pelos amigos que conheço e por aqueles que ainda não conheci (irei conhecer)”.  Infiro dessas ações que orar pelos que ainda não crentes é um dever e princípio e que quando chegar o precioso dia conheceremos e comungaremos todos juntos em um só Espírito.

Mais do que na oração, essas devem ser nossas prioridades de vida. Há uma sequência natural e que conforme o agir de Deus dá frutos inimagináveis se cumpridos adequadamente. Em todo o caso, o Amor de Jesus nos guiará a toda perfeição.

AUTOR (A)

Danilo Guimarães

Servidor público federal, pós graduado em Gestão Pública, 24 anos, membro da Comunidade Cristã Evangélica em Petrolina, fundador do Servos de Jesus e buscando ser um verdadeiro louco pelo o Senhor Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>