Ciumenta, eu??? – Mulher Virtuosa

916 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO

imagem ciume

Oie, mulheres e moças! Como vocês estão, virtuosas? Esperamos que estejam bem e que também estejam crescendo e amadurecendo com cada post aqui no nosso espaço. Vamos aprender mais um pouquinho agora?! Hoje nós vamos falar sobre o ciúme, que é algo bastante sério e que merece muita atenção.

Tenho certeza que em algum momento da sua vida você já sentiu ciúmes. Quando falamos nisso, nós já pensamos logo em relacionamento amoroso. Mas o ciúme também pode apresentar-se em outros tipos de relacionamentos, como nas amizades ou até mesmo dentro das empresas. Porém, no meu ponto de vista, o ciúme ocorre de forma mais clara, visível e até mesmo agressiva em relacionamentos amorosos, como nos namoros, noivados e casamentos.

Já ouvi muitas mulheres relatarem as suas crises de ciúmes e de como os seus relacionamentos estavam dilacerados e fracos por causa desse sentimento. Já ouvi também muitos homens dizerem que “… mas ela era muito ciumenta, por isso não aguentei ficar com ela” …

Muitas mulheres dizem que o ciúme que sentem, na verdade é uma maneira de demonstrar cuidado para com o outro. Porém, precisamos estar em alerta com isso e não ficarmos nos escondendo atrás desse “cuidado”, pois geralmente o ciúme é provocado por causa do orgulho ou egoísmo e retrata a desconfiança por trás do relacionamento, e isso não é positivo!!!

Muitas vezes o ciúme também demonstra falta de identidade, de amor próprio e de sabermos quem realmente somos em Deus. Se você não se ama ou não se valoriza, provavelmente em algum momento virá à tona esse sentimento. Por isso, peça ao Espírito Santo, através da oração e da leitura da palavra, que construa em você a identidade de filha amada de Deus.

Nós podemos ver muitas situações na bíblia envolvendo ciúmes, como o caso de Ana e Penina (1Sm: 2-8); Raquel e Lia (Gn 30:15); Sara e Agar (Gn 16:5-6). Em todos esses casos essas mulheres estavam cheias de ciúmes pois preocupavam-se mais com o que não tinham ou com o que as outras tinham, esquecendo-se de honrar a Deus e de que deveriam ser gratas a Ele por tudo.

O ciúme encontra-se no rol de “obras da carne apresentado em Galátas 5. Vejamos:

19 Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;

20 idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções

21 e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.

Portanto, princesa linda, nunca se esqueça que você é co-herdeira com Cristo de tudo o que pertence a Ele! Tenha sempre o hábito de olhar para aquilo que você já conquistou e de como você é amada, pois Jesus morreu por você! Tenha sempre, sempre um coração grato e encha-se do Espírito Santo e assim não haverá espaço algum para qualquer tipo de sentimento que não venha do nosso amado Deus.

Um grande beijo e até a próxima!

AUTOR (A)

Pra. Manoelly Morais

Apaixonada por Jesus, Esposa, Pastora, Servidora Pública Federal, bacharel em Direito, graduanda em Teologia, 25 anos, membro da Igreja Comunidade Cristã Evangélica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>