Conhecendo o Rei: A sua misericórdia dura para sempre

1482 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO
shutterstock_197557883

“Porque o Senhor é bom e a sua misericórdia dura para sempre, e, de geração em geração, a sua fidelidade.” Salmos 100:5

O tema pode parecer um pouco “cliché”, afinal, comumente escutamos por aí que “as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã”. Contudo me pego pensando na força que essa expressão tem e reflito se, de fato, discernimos a respeito dessa característica de Deus.

No Salmos 100:5, o Senhor é descrito como bom, fiel e misericordioso. A sua misericórdia dura para sempre, isso significa que Deus sempre estará disposto a nos perdoar. O amor vive em seu coração e por isso, não importam as nossas falhas e as diversas vezes em que pecamos, ele jamais deixará de nos dar uma chance.
Em 1 João 4:10, o apóstolo João fala: “Nisto está a caridade: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.”, diretamente relacionada com a passagem no 2:2 do mesmo livro, em que ele acrescenta que o Senhor veio não só por nós, mas por todo o mundo. A palavra ‘propiciação’ vem de ‘hilasmos‘, relacionada a ‘hileos‘ que significa misericordioso. Cristo, através da sua morte, apaziguou a ira de Deus por causa do pecado. Por isso, experimentamos com o Senhor a melhor expressão de carinho, afeto e amor, sem merecermos.
Deus nos ama independente de quem somos e o que temos feito.

Através disso, é importante destacar que, o fato de ele ser misericordioso não o impede de ser justo. O Senhor nunca deixa um pecado sem consequências, mas a sua misericórdia nos traz uma disciplina cheia de amor.

Pela misericórdia de Deus, devemos também ser misericordiosos aqui na terra. Isso significa uma vida dedicada a compreender as pessoas e perdoá-las. Um caráter misericordioso se reflete num coração cheio de amor, bondade, compaixão, benevolência. Um coração que entende que vivemos em meio a imperfeições e, por isso, estamos sujeitos a falhas. É assim que Deus nos vê. Não há coração mais compreensivo do que o dele, visto que somos sempre abraçados quando caímos. Devemos nos espelhar nisso e na maneira que ele nos enxerga, semeando assim, o perdão e a comunhão entre as pessoas.

Fiquem na paz de Yahweh!

AUTOR (A)

Rayanne C Antunes

18 anos, pernambucana, acadêmica de Engenharia, membro da Comunidade Cristã Evangélica, colunista do Servos de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>