Conhecendo o Rei: Ele foi como quem serve

3766 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO
pes-de-jesus-04

Um dos pecados mais enfrentados pela humanidade e que em muito tem afetado o nosso relacionamento com Deus e com o próximo chama-se: orgulho. Numa definição pejorativa, o orgulho nada mais é do que um sentimento egoísta e, segundo a Bíblia, é totalmente auto-destrutivo.

Se tem uma coisa que de modo algum existia em Jesus é orgulho e é muito fácil de comprovar isso observando sua vida conforme diz as Escrituras. Como exemplo, trago uma passagem do livro de Lucas em que Cristo fala sobre o serviço e como ser o maior no reino dos céus.

“Mas Jesus lhes disse: Os reis dos povos dominam sobre eles, e os que exercem autoridade são chamados benfeitores. Mas vós não sois assim; pelo contrário, o maior entre vós seja como o menor; e aquele que dirige seja como o que serve. Pois qual é maior: quem está à mesa ou quem serve? Porventura, não é quem está à mesa? Pois, no meio de vós, eu sou como quem serve.”

Lucas 22:25-27

Ed René Kivitz fala que a espiritualidade de Jesus era simples, simples como o amor. E há uma frase do John Stott que complementa isso: “o amor é mais serviço do que sentimento”. Jesus ensinava aos seus discípulos que aquele que for o maior, deve se comportar como o menor e aquele que dirige, deve ser como quem serve. E como já citei aqui num dos textos do Conhecendo o Rei, Jesus, como discipulador, não apenas ensinava com palavras, mas com atitudes. Visto isso, a melhor forma de exemplificar como viver uma vida de servidão, era sendo um servo. E foi o que Cristo fez. Ele completa sua fala dizendo: “no meio de vós, eu sou como quem serve”. Ele nos dá uma verdadeira lição de humildade.

Muitas vezes, achamos que cargos, títulos, conquistas, méritos nos fazem melhor do que outros ou nos dá o direito de nos comportar como alguém melhor do que outros, como alguém que acredita que deve se privar de fazer certas coisas por se achar acima daquela situação. Isso é muito comum, queridos, principalmente dentro das igrejas e ministérios.

A melhor forma de vencer isso é se espelhar na vida de Jesus Cristo. Ele, como Filho de Deus, a Palavra encarnada, Rei dos reis, viveu como homem que serve, sendo o menor dentre os menores. Jesus sempre estava disposto a servir e nunca se deu o privilégio de se achar melhor do que os outros.

Amensagem que trago hoje é essa, Jesus viveu como um homem que serve e nós, como cristãos, discípulos dele, temos de ter a consciência de vivermos dessa forma também. Servindo e amando a todos, independente de quem sejam e além, independente de quem sejamos nós. Pois, aos pés de Jesus, nós nada somos.

Fiquem na paz de Yahweh!

 

AUTOR (A)

Rayanne C Antunes

18 anos, pernambucana, acadêmica de Engenharia, membro da Comunidade Cristã Evangélica, colunista do Servos de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>