Conhecendo o Rei: Não desprezou a Cruz

5774 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO

take up your cross 001

E ai pessoal!? Tudo beleza?

A Rayanne não pôde fazer o Conhecendo o Rei de hoje, por isso eu irei trazer mais uma característica do nosso amado Rei Jesus. Hoje eu estava escutando o louvor Mapa do Tesouro na voz de Gisele Nascimento e então o Espírito Santo começou a ministrar no meu coração sobre este tão gracioso dom de Jesus: Não desprezar a Cruz.

Acredito que todos se lembram quando Jesus estava orando e disse: “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua” Lc 22:42. Jesus já havia passado por diversas humilhações públicas, quase apanhado, quase preso e muitas outras situações que fariam muitos de nós desistirem. Porém, ele ainda iria passar pelo sofrimento de ser açoitado, condenado em praça pública como criminoso e morto na cruz, que era uma morte indigna (Dt 21:23). A oração de Jesus demonstra as emoções humanas, pois ninguém quer passar por sofrimentos. No entanto, nela mesmo ele demonstra sua decisão, de que se não for possível mudar a situação, então que venha a cruz.

Quando Jesus começa a explicar para os discípulos que era necessária à sua morte e sofrimentos naqueles termos para o bem de todos, Pedro começou a repreender Jesus. Então Jesus disse:

“’Para trás de mim, Satanás! Você é uma pedra de tropeço para mim, e não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens’. Então Jesus disse aos seus discípulos: Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará” Mt 16:23-25

Nessas passagens Jesus monstra com mais ênfase essa sua característica e principalmente que o Diabo fará de tudo para largarmos nossa cruz, pois assim negamos a Cristo. E a partir daqui trago os pontos chaves:

– Quando negamos a Cruz, negamos a Jesus Cristo e ao Pai.

– Somente dizer que crer e não demonstrar nossa fé não é suficiente.

– Não podemos colocar a mão no arado e olharmos para trás.

A cruz são sofrimentos, provações, desafios e coisas necessárias estipuladas por Deus, com propósitos, para nossa vida. Se dizemos que amamos a Deus, mas fugimos ou largamos nossa cruz, estamos mentindo.

Sei que muitas vezes a cruz parece pesada e a caminhada com ela sufocante, contudo assim como Jesus devemos persistir em direção ao alvo. Buscar a coroa imperecível de Glória e ter fé que nos momentos mais angustiantes o Senhor enviará seus anjos para nos consolar e fortalecer (“Apareceu-lhe então um anjo do céu que o fortalecia” Lc 22:43).

Que Deus os abençoe e guarde, fiquem na paz!

AUTOR (A)

Danilo Guimarães

Servidor público federal, pós graduado em Gestão Pública, 24 anos, membro da Comunidade Cristã Evangélica em Petrolina, fundador do Servos de Jesus e buscando ser um verdadeiro louco pelo o Senhor Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>