Cuidando do Templo: TABAGISMO

512 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO

Bom dia querido leitor!!

Como vimos nosso corpo é templo do Espírito Santo e, como bons mordomos, devemos cuidar bem dele. Hoje vamos falar de um grande vilão da nossa saúde, o CIGARRO. Em uma matéria da revista The Economist encontramos o seguinte : “Os cigarros estão entre os produtos de consumo mais lucrativos do mundo. São também os únicos produtos (legais) que, usados como manda o figurino, viciam a maioria dos consumidores e muitas vezes o matam”.

Para ser mais preciso 50% dos fumantes morrem em consequência desse vício. A expectativa de vida é reduzida em 10 anos no sexo masculino e 14 anos nas mulheres. Segundo estudos o fumante reduz cerca de um minuto de vida para cada minuto gasto fumando. Por esses motivos o tabagismo é considerado o maior fator evitável de doença e morte.

Ele atinge o corpo como um todo e é o principal causador de câncer de pulmão, pois os pulmões dos fumantes ficam expostos a no mínimo 43 substâncias que comprovadamente provocam o aparecimento do câncer. Se você não é fumante, mas convive com um, saiba que corre um risco ainda maior que ele, a fumaça do cigarro no ambiente é considerada um carcinógeno do mais perigoso (Classe A), além de aumentar os casos de asma e pneumonia em crianças.

Se você ainda não está convencido dos malefícios dessa droga preste atenção na lista de doenças que ele pode gerar: câncer de boca, laringe, garganta, esôfago, intestino delgado, bexiga, rins e colo do útero; doenças pulmonares crônicas, derrame cerebral, ataque cardíaco, diabetes, distúrbios circulatórios, infertilidade, recém-nascidos abaixo do peso, infecção dos ouvidos e osteoporose. Ainda podemos colocar o perigo de incêndios, pois o tabaco é a principal causa desse acidente em hotéis e residências.

Ao parar de fumar os benefícios podem ser observados em curto e em longo prazo. Veja algumas dicas para se libertar desse vício:

– Desassociar o cigarro do prazer
– Distrair-se. Nos momentos de abstinência, que duram de dois a três minutos, é preciso distrair-se: chupar uma bala, beber água, passear.
– Evitar álcool e cafeína
– Listar os motivos que justificam a decisão
– Exercitar-se (atividade física)
– Contar com o apoio de familiares e amigos
– Fazer tratamento médico. O tabagismo é uma doença e precisa ser tratada como tal.
– Usar adesivos ou mascar gomas de nicotina.

O Senhor é nossa força!

AUTOR (A)

Emanuela Reis

Acadêmica de medicina, 21 anos, membro do corpo de Cristo, Igreja Batista da Glória em Teresina. Sou colunista do Cuidando do Templo e desejo ardentemente viver toda a minha vida para glorificar a Deus e desfrutá-la eternamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>