LOUVANDO AO REI: HÁ TEMPO PARA TUDO

926 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO

Enquanto ela continuava a orar diante do Senhor, Eli observava sua boca. Como Ana orava silenciosamente, seus lábios se mexiam mas não se ouvia sua voz. Então Eli pensou que ela estivesse embriagada e lhe disse: “Até quando você continuará embriagada? Abandone o vinho! ” Ana imagesrespondeu: “Não se trata disso, meu senhor. Sou uma mulher muito angustiada. Não bebi vinho nem bebida fermentada; eu estava derramando minha alma diante do Senhor.
Não julgues tua serva uma mulher vadia; estou orando aqui até agora por causa de minha grande angústia e tristeza”.
Eli respondeu: “Vá em paz, e que o Deus de Israel lhe conceda o que você pediu”. Ela disse: “Espero que sejas benevolente para com tua serva! ” Então ela seguiu seu caminho, comeu, e seu rosto já não estava mais abatido.

Na manhã seguinte, eles se levantaram e adoraram ao Senhor; então voltaram para casa, em Ramá. Elcana teve relações com sua mulher Ana, e o Senhor se lembrou dela. Assim Ana engravidou e, no devido tempo, deu à luz um filho. E deu-lhe o nome de Samuel, dizendo: “Eu o pedi ao Senhor”.
1 Samuel 1:12-20


 

Olá, tudo bem?

Sabemos que, tudo em nossa vida só acontece por propósitos, nada é por acaso, nada acontece fora do período em que deve acontecer. a Bíblia nos conta a história de uma mulher chamada Ana, casada com Elcana, um homem temente a Deus, que por sua vez, tinha uma segunda “esposa”, chamada Penina. Embora a lei mosaica não proibisse a bigamia e nem o divórcio, O propósito de Deus, sempre foi que o homem constituísse uma família, casado com uma mulher, mas Ana era estéril, e isso dava direito a Elcana a se casar novamente, para gerar descendentes.

Todos os anos Elcana subia a Siló, para adorar e oferecer sacrifícios ao Senhor, durante esse período, Penina humilhava Ana pelo fato de não dar filhos a Elcana. Mas ele amava Ana  e no capitulo um de Iº Samuel, o autor descreve, que para alegrar o coração dela no momento em que eles comiam a parte deles no sacrifício, Ana recebia porção dobrada. Mas isso não era o suficiente para alegra-la, o texto não descreve isso, mas o sonho de muitas mulheres, é casar e ter filhos, acredito que esse era o desejo de Ana também.

O significado do nome Ana é “mulher cheia de graça”, e sem dúvidas, ela demonstrava graça, com tudo que passava, sem causar problemas a Elcana, por causa de Penina, Elcana tinha filhos com Penina, logo o problema da esterilidade era de Ana, olhar assim para a situação, de Ana ser uma mulher cheia de graça e não ter filhos sendo humilhada por sua “rival”. Mas como tudo acontece por propósito de Deus, nada é em vão, essa poderia ser mais uma forma de Deus forjar o caráter dela (Ana), e ela ter se tornado a pessoa que era, e a motivou dar o melhor de si ao Senhor. Nós expressamos nossa sinceridade, no momento de dor, Deus permite que esses momentos de confronto, de sofrimento e angústia aconteçam, para que sejamos moldados, esse momento de humilhação, levou Ana ao melhor lugar que alguém poderia estar, aos pés do Senhor.

Ana se derramou na presença de Deus, o seu coração muito angustiado, a deixou completamente aos prantos em oração, sua boca não proferiam palavras, o único som que saía de sua boca eram gemidos, isso fez com que o Sumo Sacerdote Eli pensasse que ela estivesse embriagada. Ela roracaoespondeu a Eli, que estava orando, pedindo a Deus, que se atentasse a ela, e ouvisse o clamor e a angustia dela, em seguida Eli a abençoa, então ela se levanta, e se recompõe, e já não via tristeza em seu rosto. No dia seguinte Elcana e sua família retornam a sua cidade, lá ele tem relações com a Ana, e a palavra diz que Ana engravida, e no devido tempo, ela tem seu filho.

O Senhor é um Deus que responde oração, que atenta ao coração aflito, mas que sabe de todas as coisas, sabe quando tudo deve acontecer, e porque precisa acontecer naquele tempo. Nossa geração a cada dia se torna impaciente, quantas pessoas do nosso dia a dia, não suportam a ideia de esperar um atendimento, ou quando querem algo, fazem tudo o que podem para alcançar o objetivo, ou para adquirir algo. Há tempo para tudo, tempo de chorar, tempo de sorrir, tempo de plantar e tempo de colher. Ou seja, Ana semeou seu sonho em oração, mesmo que não houvesse soluções por meio da ciência dos homens, mas ela sabia que se Deus quisesse, Ele poderia fazer, então Ele fez. Deus não permitirá algo em nossa vida sem propósito, talvez algo que você tem buscado muito em Deus não tem acontecido, por não ser o tempo certo de acontecer, por você não está preparado para esse acontecimento, um exemplo, um jovem de 17 anos deseja ter um carro, ele ora ao Senhor pedindo isso, pode até estar trabalhando, mas não tem idade para dirigir e nem CNH, até que chegue o tempo de permissão ele tem que se preparar, para quando ele puder dirigir, ele tenha condições de tirar a CNH e manter o carro.

Devemos ter essa mesma postura, enquanto esperamos, pedir para que o Senhor acalme nosso coração, e que possamos tirar um bom aprendizado desse tempo. O mais importante no meio disso, não é a conquista e sim o que iremos aprender durante esse trajeto. Há tempo para tudo, enquanto não chega o tempo de colher vamos plantar nossas sementes, regar com nossas lágrimas e orações e aguardar o momento do Senhor. Não perca teu precioso tempo com murmurações, indagações, ressentimentos ou seja o que for, mas aproveite esse momento para aprender mais do Senhor.

Abraços e até a próxima!

AUTOR (A)

Cleberson Marlos

Seminarista de Louvor e Adoração na Escola Adore e Proclame, Graduado em Ciências Contábeis, 27 anos, membro da Igreja Ministério Palavra Viva em Rondonópolis-MT, Colunista do Louvando ao Rei de Servos de Jesus, adorador e apaixonado por Jesus Cristo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>