LOUVANDO AO REI: O RENOVO DE DEUS

1582 VISUALIZAÇÕES DEIXE UM COMENTÁRIO
planta-germinando

Olá, como você está?

Estou em clima de despedida, terminei o curso de louvor e missões no Instituto Adore e Proclame, localizada em Petrolina-PE, onde residi por dois anos e um mês. Há cerca de alguns meses esse texto base tem falado muito ao meu coração, que o Senhor possa falar ao teu também, assim como ele tem falado ao meu.


 

O Senhor conceda misericórdia à casa de Onesíforo, porque muitas vezes ele me reanimou e não se envergonhou por eu estar preso; pelo contrário, quando chegou a Roma procurou-me diligentemente até me encontrar.
Conceda-lhe o Senhor que, naquele dia, encontre misericórdia da parte do Senhor! Você sabe muito bem quantos serviços ele me prestou em Éfeso.” II Timóteo 1:18-18


 

O período em que o Apóstolo Paulo escreve essa carta pastoral, a seu amado Timóteo, era um momento muito difícil e delicado, o mesmo estava preso, sua morte já era certa, e por causa da perseguição que a igreja estava sofrendo, muitos se envergonhavam do evangelho, e também do apóstolo, por medo de sofrer as mesmas penalidades, e abandonavam a fé, outros deixavam a verdade de lado, e estavam sendo levados por falsas doutrinas, pelos falsos mestres.

As pessoas estavam deixando o evangelho e o Apóstolo Paulo de lado porque tinham muito medo, estavam assombradas, atemorizadas com tantas atrocidades, e com medo de serem pegas na companhia de Paulo, e receberem a mesma sentença. No meio de tudo isso, de todo esse caos contra a igreja, o apóstolo Paulo estava preso, condenado a morrer, e ainda sem nenhum amigo, ou alguém em quem pudesse confiar. Creio que seu coração encontrava-se amargurado, triste, mas a sua fé em Cristo Jesus era inabalável. Mas no meio de todas essas circunstâncias, vemos o apóstolo citar sobre esse homem, Onesíforo, que significa “portador de préstimos”, em um tempo em que muitos não queriam estar perto de Paulo, surge esse homem, disposto a ajudá-lo.

Onesíforo deve ter sido para Paulo como um rio no deserto, como um refrigério, uma alegria ao coração dele, que estava triste com os abandonos, ele viajou a procura do apóstolo, até o encontrar dando-lhe renovo, estando com ele no momento mais difícil de sua vida, não somente ali em Roma, onde Paulo estava, mas também em Éfeso. Este homem não se importou com a situação em que Paulo se encontrava, mas sim em servi-lo no momento de sua dificuldade, ele atendeu uma necessidade, serviu no momento em que precisava servir, serviu a um servo de Jesus que estava prestes a morrer pelo evangelho, e que precisava de um ânimo.

E o que me faz chorar de emoção nesse texto, é lembrar que o Senhor jamais nos abandona, Ele esta conosco e sempre envia alguém para estar conosco, para nos servir com os ombros, para firmar nossos joelhos trôpegos, e nos auxiliar a manter nossos olhos em Cristo e em Sua Palavra. O renovo de Deus, não está naquilo que ambicionamos, mas em Sua Palavra, e naqueles que estão dispostos a vive-la, haverão momentos em que vamos encarar a tristeza, dificuldade, abandonos e traições, momentos em que seremos deixados por quem amamos, nos momentos mais cruciais, mas jamais abandonados pelo Senhor. Ele sempre envia algum servo Dele para nos ajudar, mesmo nos dando o privilégio de estar com Ele, e mesmo nos deixando com algo tão precioso que é Seu Espírito Santo, e vale lembrar da Bíblia, que é nosso tesouro, Sua revelação para nós.

Além de observarmos o cuidado de Paulo nessa passagem, um ânimo da parte do Senhor, quero desafiar a você a se manter firme, porque Deus irá te renovar, é certo que Ele trará isso a você, mas quero desafiá-lo a ser na vida de alguém, como Onesíforo foi na vida de Paulo, ser renovo de Deus para aqueles que estão cansados, ser bênção na vida do próximo. Não queira ser apenas o que é servido, mas que seu maior desejo seja ser o Servo.

Nesses dois anos que morei aqui em Petrolina, senti o desespero do Deserto, percebi o quão fracassado minha vida é sem Deus, sofri com muitas perdas, senti falta de muitas coisas, mas houveram pessoas, que foram enviadas para me trazer renovo, ânimo, me ajudaram a perseverar, me deram muitos abraços, choraram comigo, mas também se alegraram e se alegram com minhas conquistas, com minhas vitórias. Meu desejo é ser esse instrumento de renovo na vida das pessoas que estarão ao meu redor, e que essas pessoas também possam servir outras pessoas, até que elas cumpram sua missão em Deus. Mas também oro ao Senhor, pela recompensa dessas pessoas preciosas que me ajudaram, oro para que Ele guarde o coração de cada uma, para que estejam sempre alegres e firmes no Senhor. Deus abençoe cada um de vocês.

Deus te abençoe.

 

AUTOR (A)

Cleberson Marlos

Seminarista de Louvor e Adoração na Escola Adore e Proclame, Graduado em Ciências Contábeis, 27 anos, membro da Igreja Ministério Palavra Viva em Rondonópolis-MT, Colunista do Louvando ao Rei de Servos de Jesus, adorador e apaixonado por Jesus Cristo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>